segunda-feira, 9 de fevereiro de 2009

Ora vireis, borboletas! - Luiz Martins da Silva


Luiz Martins é jornalista, Mestre em Comunicação e Doutor em Sociologia pela Universidade de Brasília, onde integra o Corpo Docente da Faculdade de Comunicação, desde 1988. Trabalhou no Jornal de Brasília, no Globo e na Veja. É natural de Nova Russas, Ceará. Participou, entre outras atividade literárias, da antologia Poesia Jovem - Anos 70.

Bibliografia: Rua de Mim; Comigo Foi Assim; Brasilinhas; Breviários; e Realejo. Foi um dos organizadores da antologia de poesia Águas Emendadas. É autor de livros e trabalhos acadêmicos na área de Comunicação.

____________________________________________________

E abro as janelas, pálido de espanto...
Olavo Bilac

A primeira me chegou de Niterói.
Lá, do jardim da casa da Tininha.
Fotografada e enviada por e-mail,
Para que também pousasse minha.

Acontece que eu a vi ontem de tarde,
A mesma que na tela era presente.
Voava lá fora, com trejeites de uma fada,
Camuflada de feliz, toda contente.

Incidente ligeiro, nada importante.
Afinal, por aí, pulsando, elas insistem,
Na tela, na janela, a todo instante.

Por capricho, borboletas me aparecem.
Uma, eletrônica, vem pelo correio.
Outra, coincidência, por outro meio.

2 comentários:

  1. Luiz Martins, que entre outras coisas descobri ser de Nova Russas. Vou acabar acreditando que nossa cidadezinha tem o maior número de poetas e escritores por quilômetro quadrado naquele sertãozão do Ceará.
    Parabéns, poeta (Antes eu só o conhecia como professor da UnB).

    ResponderExcluir
  2. Ah! Escreva-me e eu lhe envio um exemplar de um livro meu: dasilvaluizmartins@gmail.com

    ResponderExcluir