sábado, 21 de março de 2009

Tempo novo

Inevitavelmente um tempo novo.
Quer pelo fim de tudo o que agoniza
quer pela certeza de que após o caos
surgirá
do nada
uma nova estrutura.

Inevitavelmente um tempo novo.
Quer pelos novos e atrevidos sonhos
quer pelas vontades sem controle
surgirá
de alguma direção
um vento manso.

Inevitavelmente um tempo novo.
Quer pela viva roupagem da alma
quer pelo brilho estonteante da esperança
surgirá
de alguma forma
uma verdade.

Inevitavelmente um tempo novo.
Quer pelas fraquezas mais fortalecidas
quer pelos erros de ontem perdoando os de agora
surgirá
de repente
a confiança.

Inevitavelmente um tempo novo.
Quer pela insistência natural do humano
quer pelo persistente caminho da busca
surgirá,
de manso
inevitavelmente
um novo tempo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário