sábado, 18 de julho de 2009

Mesmo assim?

Mesmo que em forma e gosto se pareça,
inebriando como fumaça doce e nauseando como tabaco forte,
mesmo assim, será amor?

Mesmo que ofenda e machuque os sentimentos,
pagando sem troco e fazendo o orgulho estremecer em lágrimas,
mesmo assim, será amor?

Mesmo que agite e exaspere o coração,
desprezando a paz e permitindo o abraço das trevas;
mesmo assim, será amor?

Nenhum comentário:

Postar um comentário